terça-feira, 15 de abril de 2014

ATENÇÃO:

TREINO SUB 9 E 11, DESTA TERÇA, 15/4,  C A N C E L A D O, EM VIRTUDE DAS CHUVAS.

Destaques da semana - Os craques da Rodada

Na segunda semana consecutiva sem derrotas, tivemos muitos destaques. A turminha está evoluindo. O caminho é longo e muita coisa ainda precisa ser feita, continuaremos treinando com dedicação. Vamos aos principais nomes da sexta rodada da Liga Rio Futsal:

Sub 9
Os Pequenos Guerreiros


 Impossível indicar somente um. Foi a vitória do conjunto...da raça e da disciplina tática. O time vêm surpreendendo e já chegou muito mais longe que o imaginado. Merecem nosso respeito e admiração.

Sub 11
Daniel Pego


 Mais uma vez, nosso goleiro se destacou. Boas defesas, compensando as falhas de uma defesa que ainda não se encontrou. 

Sub 13
Djonata Bernardo


Sua chegada deu um toque de classe à uma equipe que ainda não decolou. Praticamente carregou o Sub 13 na busca de um empate chorado.

Sub 15
Allan Victor


Categoria e raro talento para fazer gols. Impressiona a frieza ao ficar em frente ao goleiro adversário. Cinco gols no jogo e um punhado de jogadas de pura técnica.

Sub 17
Paulo Vitor


Uma partida impecável. A raça de sempre. Lutou o tempo todo, deu passes para gols e ainda deixou o seu.


segunda-feira, 14 de abril de 2014

VAGAS PARA ATLETAS SUB 9 (NASCIDOS EM 2005 E 2006)

TESTES AMANHÃ, TERÇA-FEIRA, 15/4,  20:00HS

Contatos: Luiz Losada Tel.: 97403-7660

Em jogo com cara de final, Sub 17 goleia

Em uma partida apontada por muitos como a final antecipada da competição, nosso Sub 17 venceu aos Duque de Caxias pelo placar de 7x4.

O jogo foi realizado na tarde deste domingo, 13/4, na quadra do ASCAER, na Ilha do Governador, e foi válido pela sexta rodada da Liga Rio Futsal. 

A vitória nos mantém na liderança da competição e com 100% de aproveitamento, com o melhor ataque e a melhor defesa.

Foi uma grande partida de Futsal, onde qualquer que fosse o resultado, não se poderia falar de injustiça. Ambas equipes possuem atletas extremamente talentosos e com profundo conhecimento do posicionamento tático.

Em um primeiro tempo equilibrado, abrimos o placar aos 13:23mins., com o capitão Iago. O empate do Caxias veio aos 15:25mins. A boa marcação das equipes dificultava e poucas chances surgiam. Soubemos aproveitar as nossas aos 18:55mins., outra vez com Iago e aos 19:37mins. com Gulherme Goes. Com isso, saímos em vantagem para o intervalo.

A segunda etapa foi ainda mais animada e cheia de opções. Aos 21:08mins., os mandantes diminuiram novamente. As oportunidades foram aparecendo para as duas equipes. O artilheiro Guilherme Goes nos deu tranquilidade ao marcar aos 23:00 e 26:00mins. Mas o Caxias não desistia. O jogo ficou aberto e nossos rivais voltaram ao jogo com gols aos 30:05 e 32:45mins.,  diminuindo para 5x4. Mesmo pressionados, mantivemos os nervos no lugar e em jogadas de contra ataque, matamos a partida, com Paulo Vitor aos 36:10 e Guilherme Goes aos 37:25mins. 

Excelente partida. Talvez, a melhor da competição até o momento. 

De parabéns os atletas de Duque de Caxias e C.R.B.P. pelo belo espetáculo proporcionado.


Sub 15 se mantém na rota

Pela sexta rodada da Liga Rio Futsal, nossa equipe Sub 15 derrotou, na tarde deste domingo, 13/4, ao Duque de Caxias, em partida realizada no ginásio do ASCAER, na Ilha do Governador, pelo placar de 7x4, sem fazer muito esforço.

A equipe de Caxias ainda está em fase de montagem. Formada basicamente pelo grupo vice campeão da categoria Sub 13 de 2013, têm como seu principal destaque o goleiro, que na tarde de ontem evitou um placar ainda mais elástico, praticando no mínimo seis defesas espetaculares. 

Com muito mais experiência, nosso atletas não se abalaram nem mesmo, com o gol de abertura de nossos adversários, ocorrido em cobrança de falta, onde a barreira abriu, tirando qualquer chance de defesa de  nosso goleiro, aos 04:50mins.  O empate demorou um pouco à aparecer, graças as fantásticas intervenções do arqueiro rival. A virada veio ainda na primeira etapa, com três gols em sequência: Igor marcou aos 09:10mins., empatando a disputa e o artilheiro Allan Victor, mostrou o talento de sempre, ao marcar aos 09:53 e 10:15mins.. Com isso, levamos uma boa vantagem para o intervalo.

Logo no início da segunda etapa, O Duque de Caxias diminuiu, aos 15:50mins.. Empolgados, nossos rivais tentavam atacar em busca do empate. Porém nossa defesa mostrou competência. A parte difícil era, como já dissemos, superar o goleiro rival. Coube novamente ao inspirado Allan Victor, nos dar novamente tranquilidade ao marcar novamente por duas vezes em sequência, aos 17:00 e 24:00mins. O maior artilheiro do clube, Juninho Diniz deixou o dele aos 26:14mins.. E Allan ainda marcaria o sétimo, seu quinto na partida, aos 26:35mins. A goleada relaxou de vez nosso grupo, que cedeu dois gols aos mandantes em falhas defensivas gritantes, aos 29:00 e 29:20mins.

Fundamental ficar atento até o encerramento da partida. Falhas como as de ontem não podem se repetir.

Parabéns à todos.



Novamente, a instabilidade emocional

Em mais uma partida onde faltou equilíbrio emocional, nosso Sub 13 arrancou um empate em 3x3 contra o Duque de caxias.

O jogo foi realizado na quadra do ASCAER, na Ilha do Governador, no inicio da tarde deste domingo, 13/4 e foi válido pela sexta rodada da Liga Rio Futsal.

A grande verdade, com todo o respeito aos nossos rivais, é que nossos maiores adversários na partida foram nossos próprios nervos. Alguns atletas mostraram completo desequilíbrio. Fato injustificável, uma vez que o comportamento reprovável veio de dois atletas antigos no clube e já bastante experientes. Definitivamente a quadra de futsal não é o local adequado para a postura que alguns vem apresentando ultimamente. À continuar, dispensas acontecerão.

Um erro ridículo de nossa defesa permitiu ao Caxias abrir o placar aos 03:30mins. O grande destaque da equipe nas últimas partidas, Djonata, empatou aos 05:08mins., em bela jogada individual. Não nos encontrávamos em quadra e apesar do empate, nossa equipe não fazia por merecer melhor sorte. Em um chute despretensioso de longa distância, os mandantes retomaram a vantagem aos 13:55mins., Ao irmos para o intervalo perdendo apenas por 2x1, podemos dizer que tivemos sorte.

Mas começou o segundo tempo e outra falha bizarra de nossa defesa foi aproveitada pelo Duque de Caxias para ampliar, aos 15:05mins. Desanimador!!!! E no decorrer da etapa final, podemos dizer que fomos favorecidos pela arbitragem, que nos poupou de uma expulsão merecida por excesso de reclamações e atitudes anti-desportivas.  Caso o cartão vermelho viesse, nada teríamos à contestar. Aos 22:30mins., Lucas Ferreira diminuiu.  Os minutos finais foram com nossa equipe pressionando e sofrendo perigosos contra-ataques. Carlinhos, na condição de goleiro-linha, deu conta do recado, praticando excelentes defesas.  O gol de empate surgiu no apagar das luzes, aos 29:55mins., com Vitor Alves, chutando cruzado. 

Resultado que nos mantém no meio da tabela e com chances de classificação. Para que isso venha à acontecer, precisaremos renovar nossas atitudes.

Mudança de postura já!!!!!


Valeu pela raça

Em uma partida equilibrada, nosso Sub 11 ficou no empate com o Duque de Caxias, pelo placar de 3x3.

O jogo aconteceu neste domingo, 13/4, no ginásio do ASCAER, na Ilha do Governador, e foi válido pela sexta rodada da Liga Rio Futsal, e com o resultado, continuamos na parte de baixo da tabela.

Mal começou a partida e uma desatenção na defesa permitiu a abertura do placar ao Caxias, logo aos 00:40segs. Não demorou para empatarmos, em chute cruzado de Iann Rodrigues, à 01:48mins. A partida ficou igual e à partir daí, brilhou a estrela do goleiro adversário, que fez a diferença em quadra. De  nossa parte, os mesmo velhos erros na marcação e nos passes, que permanece com um percentual de erros inaceitável. Nossos rivais foram mais efetivos nas finalizações e chegaram aos 3x1, ainda na primeira etapa, com gols aos 04:20 e 08:10mins.

Segundo tempo e fomos em busca de uma melhor sorte, na base do abafa. Com nossa defesa um pouco mais equilibrada, passamos à ameaçar constantemente o gol adversário. Assim como na primeira etapa, o goleiro do Duque de Caxias brilhava com defesas dificílimas. Até que aos 17:00mins., Gabriel Belizário marcou nosso segundo gol e incendiou de vez a partida. Após muita pressão, empatamos aos 18:33mins., com Pedro Henrique.  E não houve tempo para mais nada.

Placar justo, para um jogo onde a vontade superou de longe a tática e a técnica.

Vamos continuar trabalhando.